Clique e assine com até 65% de desconto

Intervenção federal substitui Mauro Sinott na chefia de gabinete

Escalado para comando no sul, general foi substituído por Paulo Roberto de Oliveira

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 14 jun 2018, 12h14 - Publicado em 14 jun 2018, 12h11

A intervenção federal tem um novo chefe de gabinete. No cargo desde o começo da iniciativa em fevereiro, o general Maruo Sinott foi substituído pelo general Paulo Roberto de Oliveira. A troca foi anunciada neste quinta (14).

“A saída iria acontecer em março, pois o general Sinott foi nomeado para um comando no Rio Grande do Sul”, explicou o coronel Carlos Cinelli, porta-voz do Comando Militar do Leste. Segundo ele, o militar esperou a formatação do plano de ações da intervenção para deixar a chefia do gabinete a pedido do general Braga Netto, que comanda a iniciativa. O plano será entregue ao presidente Temer nesta quinta.

Paulo Roberto de Oliveira é o atual chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste e participou da instalação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras quando era responsável pela chefia do Estado Maior do Comando Militar do Oeste.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade