Clique e assine por apenas 7,90/mês

Intervenção federal substitui Mauro Sinott na chefia de gabinete

Escalado para comando no sul, general foi substituído por Paulo Roberto de Oliveira

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 14 jun 2018, 12h14 - Publicado em 14 jun 2018, 12h11

A intervenção federal tem um novo chefe de gabinete. No cargo desde o começo da iniciativa em fevereiro, o general Maruo Sinott foi substituído pelo general Paulo Roberto de Oliveira. A troca foi anunciada neste quinta (14).

“A saída iria acontecer em março, pois o general Sinott foi nomeado para um comando no Rio Grande do Sul”, explicou o coronel Carlos Cinelli, porta-voz do Comando Militar do Leste. Segundo ele, o militar esperou a formatação do plano de ações da intervenção para deixar a chefia do gabinete a pedido do general Braga Netto, que comanda a iniciativa. O plano será entregue ao presidente Temer nesta quinta.

Paulo Roberto de Oliveira é o atual chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste e participou da instalação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras quando era responsável pela chefia do Estado Maior do Comando Militar do Oeste.

Publicidade