Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Reforço no estoque: Instituto no Rio pede doações de sangue

O Instituto Nacional de Cardiologia (INC), localizado em Laranjeiras, na Zona Sul, registrou queda nos bancos de sangue em 2021

Por Agência Brasil Atualizado em 20 Maio 2021, 12h57 - Publicado em 20 Maio 2021, 12h56

O hemonúcleo do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), em Laranjeiras, na Zona Sul, registrou uma queda nas doações de sangue e plaquetas este ano e pede à população que compareça ao local para doar. Segundo o INC, as cirurgias não pararam durante a pandemia de Covid-19 e, todos os dias, o hospital realiza procedimentos que demandam transfusão de sangue e de seus derivados.

+ Vamos doar: banco de sangue Serum inaugura unidade na Barra

Os doadores devem ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam da presença do responsável e da assinatura do termo de consentimento), pesar mais de 50 quilos e ter boa saúde (não ter nenhuma doença crônica nem infecção ativa). É importante não comer alimentos gordurosos nas horas anteriores à doação, mas não se deve estar em jejum.

O INC ressalta que os doadores não podem ter sintomas de Covid-19 nem ter tido contato com pessoas que tiveram a doença nos últimos quinze dias. Pessoas que tiveram Covid-19 podem doar sangue a partir de 30 dias depois do fim dos sintomas.

+ Rio mantém proibição de eventos, boates e rodas de samba

Continua após a publicidade

Para tranquilizar os doadores, o hemonúcleo tomou uma série de medidas para garantir a segurança de quem doa sangue, tais como checar a temperatura na entrada e manter o distanciamento entre as cadeiras de doação e no ambiente onde é servido o lanche aos doadores. O uso de máscaras é obrigatório, as cadeiras são higienizadas a cada uso e existe álcool gel à disposição para a higienização das mãos.

O hemonúcleo fica na sede do INC, na Rua das Laranjeiras, 374, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Os doadores devem levar documento oficial com foto. O agendamento prévio é necessário somente para a doação de plaquetas e é feito pelo telefone (21) 3037-2215.

HemoRio

O HemoRio (Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti) informou que não está enfrentando queda nas doações de sangue pois tem feito uma série de campanhas de incentivo à doação. Nos quatro primeiros meses de 2020, foram registradas 25 821 coletas. Já de janeiro a abril deste ano, foram 25 910 coletas.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O instituto é o segundo maior hemocentro do país e, por isso, sempre precisa de novas doações de sangue. O HemoRio localiza-se na Rua Frei Caneca, 8, Centro, e funciona todos os dias, das 7h às 18h.

Continua após a publicidade
Publicidade