Clique e assine por apenas 4,90/mês

Início das aulas na UERJ é adiado pela terceira vez

Servidores não recebem e governo do estado não repassa as verbas de custeio da universidade

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 27 jan 2017, 16h54 - Publicado em 27 jan 2017, 16h41

O início das aulas na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), que seria na segunda (30) foi adiado pela terceira e agora está programada para o dia 6 de fevereiro. A decisão foi tomada após uma reunião com diretores da instituição e o motivo são conhecidos de longa data. Com a crise econômica do estado, a UERJ sofre com a precariedade dos serviços como o fechamento do bandejão e dívidas com as empresas terceirizadas, responsáveis pela limpeza, por exemplo.

A comunidade acadêmica tem protestado contra o não pagamento regular das bolsas, a falta de repasse das verbas de custeio e a irregularidade do pagamento e 13º salário aos servidores. Na segunda (23), os professores da UERJ resolveram manter o estado de greve da categoria, posição estabelecida desde agosto do ano passado. Também deve acontecer uma paralização no próxima quinta (2).

Publicidade