Clique e assine por apenas 4,90/mês

Hotel na Avenida Atlântica transforma quartos em escritórios

Os ambientes sofreram mudanças para ganhar ares de escritório

Por Bruna Motta - Atualizado em 1 jul 2020, 19h10 - Publicado em 1 jul 2020, 18h58

Diante o desafio que o segmento do turismo enfrenta em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o hotel Rio Othon, localizado no bairro de Copacabana, Zona sul do Rio, decidiu oferecer diárias para profissionais autônomos que precisam de um escritório. Os quartos foram transformados para atender essas necessidades, como a troca de mesas por uma em formato de L, além de uma internet de alta velocidade.

+Rio lidera ranking de violência contra idosos na região sudeste

“Nesse momento de pandemia, pode ser estratégico para o setor gerar uma receita incremental. Por isso, adaptamos um andar de frente para o mar com escritórios de alto nível”, comenta Jorge Chaves, diretor operacional, comercial e de marketing da Rede de Hotéis Othon sobre a nova oportunidade.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

O uso de máscaras e medir a temperatura do cliente na entrada serão medidas obrigatórias. Para garantir a segurança, os quartos possuem ventilação natural. Reuniões não serão permitidas. “É uma demanda crescente e acreditamos que não seja uma realidade apenas durante a pandemia”, disse o diretor. Para alugar, a diária custa 220 reais + 15%, com café e água.

+Microempresários do Rio poderão contar com programa de crédito privado

Publicidade