Clique e assine por apenas 4,90/mês

Hospital Pedro Ernesto faz paralisação para cobrar verbas

A unidade precisa de R$ 7 milhões para pagar os compromissos com fornecedores e manutenção 

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h15 - Publicado em 20 jun 2016, 18h24

Funcionários do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da UERJ, fazem nesta segunda (20), uma paralisação de 24 horas com o intuito receber a verba necessária para o funcionamento da unidade. O hospital precisa de R$ 7 milhões para pagar os compromissos com fornecedores e manutenção.

+ UERJ luta para sobreviver à grave crise 

Segundo a assessoria do HUPE, o dinheiro deveria ter sido depositado no dia 27 de maio, no entanto, apenas R$ 4 milhões foram pagos. Apesar do complexo ter recebido parte da quantia, o valor depositado foi considerado insuficiente e, como protesto, não serão realizadas cirurgias eletivas nesta segunda (20).

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, o repasse integral não foi feito devido à crise financeira que afeta o governo fluminense.

Publicidade