Clique e assine por apenas 4,90/mês

Investigada pela PF, Helena Witzel é internada de emergência em hospital

Primeira-dama teria sofrido "pico de pressão" e está em observação no Hospital dos Bombeiros, para onde foi levada pelo marido, o governador Wilson Witzel

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 29 Maio 2020, 10h16 - Publicado em 28 Maio 2020, 12h14

Alvo de operação da Polícia Federal há dois dias, quando teve celulares e documentos apreendidos, a primeira-dama, Helena Witzel, foi internada de emergência no Hospital Central Aristarcho Pessoa, do Corpo de Bombeiros, na manhã desta quinta-feira. Helena teria sofrido um “pico de pressão” e continua em avaliação médica. Em nota, o governo informa que Helena foi hospitalizada “após um mal estar”. Ainda segundo o boletim, “o governador Wilson Witzel acompanhou a esposa, que foi examinada e passa bem. Ela será reavaliada para ser liberada em seguida. O governador já voltou ao Palácio Laranjeiras.”

Helena Witzel: ‘Operação teve motivação política’

Helena e o governador devem ser intimados em breve para depor à Polícia Federal por suspeita de desvio de recursos públicos envolvendo o empresário preso Mário Peixoto. ATUALIZAÇÃO: A assessoria de Witzel anunciou, às 12h30, que a primeira-dama teve alta depois de passar por exames. Não foi informado o diagnóstico.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade