Clique e assine por apenas 3,90/mês

Guardiões do Crivella: Prefeitura põe a culpa na TV Globo

Assessoria do prefeito diz que emissora 'manipula notícias na porta dos hospitais' e que denúncia é 'chantagem para receber dinheiro de publicidade'

Por Da Redação - Atualizado em 1 set 2020, 15h17 - Publicado em 1 set 2020, 14h48

A presença de personagens conhecidos do grande público na lista de contatos do grupo de WhatsApp “Guardiões do Crivella” – constam, entre outros, os números da secretária de Saúde, Beatriz Busch, que é uma das administradoras do grupo, e do superintendente da Vigilância Sanitária, Flávio Graça – chamou a atenção de VEJA RIO, que pediu um posicionamento da Prefeitura.

O esquema dos “Guardiões do Crivella” foi denunciado no RJ TV desta segunda (31). De acordo com a reportagem, funcionários públicos monitoravam as entradas ao vivo e intimidavam os jornalistas da emissora nas portas dos hospitais para evitar a divulgação de notícias desfavoráveis a Crivella durante a pandemia da Covid-19.

http://+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A assessoria do prefeito enviou e-mail de resposta para VEJA RIO no qual acusa a Globo de “fazer manipulação da notícia na porta dos hospitais” e diz que, por isso, funcionários da Prefeitura passaram a ficar nestes lugares: “para esclarecer a população e rebater mentiras que são repetidas no noticiário da emissora”.

O prefeito se diz chantageado e informa que “nenhuma pressão o fará destinar dinheiro de publicidade à TV Globo”. Não há nenhuma menção aos nomes de servidores da lista, motivo pelo qual VEJA RIO entrou em contato. Leia a íntegra do e-mail:

A Prefeitura do Rio lamenta o interesse da TV Globo em fazer manipulação da notícia na porta dos hospitais. A Globo dizia, de maneira irresponsável e criminosa, no fim de 2019, que o Hospital Albert Schweitzer estava fechado, quando, na verdade, continuava aberto e funcionando plenamente. Por isso, funcionários da Prefeitura ficaram nas portas dos hospitais para esclarecer a população e rebater mentiras que são repetidas no noticiário da emissora. Essas mentiras colocaram a saúde das pessoas em risco, porque muitas poderiam deixar de procurar a unidade por acreditar nas notícias falsas divulgadas pela emissora.

A Prefeitura do Rio repudia ainda a chantagem que a TV Globo tenta fazer para que receba dinheiro de publicidade. E lamenta que o Ministério Público tenha recebido essa denúncia.

A Prefeitura do Rio informa que nenhuma pressão a fará destinar dinheiro de publicidade à TV Globo e reafirma seu propósito de continuar trabalhando em benefício da população.

Continua após a publicidade
Publicidade