Clique e assine por apenas 4,90/mês

Globo produz réplicas de arquitetura colonial do Rio para novela

Para "Novo Mundo" foram recriados o chafariz do Mestre Valentim, o Arco do Telles, a Igreja da Antiga Sé e o Paço Imperial

Por Rafael Sento Sé - Atualizado em 24 abr 2017, 20h36 - Publicado em 21 abr 2017, 00h02
Cenários da novela de época Novo Mundo Raquel Cunha/TV Globo

Ofuscados pela bagunça do Centro, remanescentes da arquitetura colonial carioca reapareceram a 30 quilômetros de seu endereço original: foram parar no complexo de estúdios da TV Globo em Jacarepaguá. No cenário da novela de época Novo Mundo, o chafariz do Mestre Valentim desponta numa reprodução em isopor — a réplica perfeita foi pintada com técnica desenvolvida pela equipe de cenografia, que mimetiza a textura irregular do granito, típica daquele ícone na paisagem da cidade. Ainda foram recriados na Zona Oeste o Arco do Telles, a Igreja da Antiga Sé e o Paço Imperial, que, com seus 43 metros de fachada e 14 metros de altura, se tornou o maior prédio já erguido no Projac. Na exibição do folhetim, um episódio histórico também mudou de lugar. O desembarque da imperatriz Leopoldina no Rio, feito sob o Mosteiro de São Bento, deu-se, diante das câmeras, na região da Praça XV. “Nunca foi nosso objetivo uma reconstituição fiel; nosso trabalho é de releitura. Temos preocupação, em primeiro lugar, com a dramaturgia”, explica o cenógrafo Paulo Renato.

Publicidade