Continua após publicidade

Após disputa internacional, fóssil de dinossauro é entregue a museu do Rio

Exportada ilegalmente, a peça estava sob os cuidados temporários de um instituto na Bélgica

Por Redação
Atualizado em 8 fev 2022, 13h45 - Publicado em 8 fev 2022, 13h43

Depois de um processo de repatriação que durou mais de um ano, o governo brasileiro conseguiu recuperar o fóssil do crânio de um Pterossauro exportado ilegalmente do país. No último domingo (6), o item com cerca de 120 milhões de anos passou a ser abrigado pelo Museu de Ciências da Terra (MCTer), na Urca, Zona Sul do Rio.

+ Museu Nacional busca parcerias para expor acervo em outras instituições

Considerada um patrimônio arqueológico brasileiro, a peça estava temporariamente sob os cuidados do Instituto Real de Ciências Naturais, em Bruxelas, na Bélgica. O item histórico é originário da Chapada do Araripe, no Ceará, região de sítios arqueológicos que sofre há anos com o contrabando e a exportação ilegal.

O Serviço Geológico do Brasil e o Ministério das Relações Exteriores foram responsáveis pela repatriação da peça. “O governo brasileiro agradece à Bélgica, e em especial ao Instituto Real de Ciências Naturais, pela cooperação para retorno do fóssil ao Brasil”, informou o Itamaraty, em nota.

+ A ciência não para: tudo sobre a Universidade de Oxford no Rio

Continua após a publicidade

A importação, exportação e transferência ilícita de bens culturais é proibida tanto pelo Código de Mineração Brasileiro, quanto pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), que exige desde 1970 um certificado do país de origem para exportação de um fóssil.

A peça resgatada agora faz parte do museu com o maior conjunto de fósseis do país. A coleção paleontológica do MCTer conta com 1.932 plantas, 6.964 invertebrados, 1.868 répteis, 1.463 peixes e 4.387 mamíferos catalogados, de diferentes regiões brasileiras. O espaço ainda permanece fechado aos visitantes para a realização de reformas.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.