Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Força Nacional assume a defesa das arenas olímpicas

Já as Forças Armadas do estado deverão reforçar o policiamento nas principais rotas olímpicas, estações de trem, túneis e avenidas da Zona Sul

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 5 dez 2016, 11h13 - Publicado em 5 jul 2016, 20h09

Faltando um mês para o início da Olimpíada, a Força Nacional assume a segurança dos jogos a partir desta terça (05). Eles ficarão responsáveis pela defesa das Arenas Olímpicas. O Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC) será ativado também nesta terça, com a função de coordenar a integração da Operação de Segurança dos Jogos Rio 2016.

+ Justiça proíbe reconstrução da Ciclovia da Niemeyer e ordena interdição da via 

As Forças Armadas do estado deverão reforçar o policiamento nas principais rotas olímpicas, estações de trem, túneis e avenidas da Zona Sul. Já a Marinha reforçará o patrulhamento da orla, com apoio da Força Nacional e das polícias Militar, Civil e Federal, que voltaram a receber seus salários integralmente, após a liberação de R$ 2,9 bilhões ao governo.

Publicidade