Clique e assine por apenas 4,90/mês

Flagrado com carro de Eike, juiz Flávio de Souza é condenado

Sentença prevê 52 anos de prisão, perda do cargo e multa de R$ 599 mil

Por Redação Veja Rio - 21 fev 2018, 14h00

Flávio Roberto de Souza foi condenado pela 2ª Vara Federal Criminal por peculato e lavagem de dinheiro em duas ações nas quais era réu. O juiz federal se tornou conhecido três anos atrás, após ser flagrado ao volante em um Porsche apreendido que pertencia ao empresário Eike Batista.

“Poucas vezes se teve notícia de agente da magistratura que tenha conseguido achincalhar e ridicularizar de forma tão grave um dos poderes do Estado”, afirmou sobre Souza no texto da sentença o juiz Gustavo Mazzocchi. Passível de recurso, a condenação prevê o cumprimento de 52 anos de prisão, a perda do cargo de magistrado e o pagamento de uma multa no valor de R$ 599 mil. As decisões foram publicadas nos últimos dias 16 e 19.

Segundo o Ministério Público Federal, Souza usou em benefício próprio itens apreendidos quando comandava a 3ª Vara Federal Criminal do Rio. Num dos casos, ele vendeu um carro retido que pertencia a um traficante espanhol. Em outro, gastou R$ 290,5 mil de uma conta da Justiça Federal com a compra de um Land Rover Discovery. De acordo com a defesa do juiz, ele sofre com problemas psicológicos e já teve depressão.

Continua após a publicidade
Publicidade