Clique e assine com até 65% de desconto

FGV divulga estudo em que Rio tem a maior inflação entre capitais

Menor variação ocorreu em Recife cuja taxa ficou em 7,18% no ano

Por Redação Veja Rio Atualizado em 5 dez 2016, 11h34 - Publicado em 5 jan 2016, 17h45

Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgados nesta última segunda-feira (4), a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou a maior variação em 2015 na cidade do Rio de Janeiro dentre sete capitais pesquisadas, que foram Porto Alegre, Brasília, Salvador, São Paulo, Belo Horizonte e Recife.  No ano, o núcleo do indicador da capital fluminense ficou em 8,88%. Para o cálculo desse índice, foram excluídos, no caso do Rio de Janeiro, os itens com variações inferiores a 0,08% e superiores a 2,27%. Considerando todas as capitais, o IPC-S ficou em 0,88% no final de dezembro e acumulou no ano de 2015 alta de 10,53%, puxada pelos aumentos de preços de energia elétrica e da gasolina. De janeiro a dezembro de 2015, a tarifa de eletricidade residencial acumulou alta de 49,43% (veja no vídeo abaixo), seguida pela gasolina (20,33%), que teve seu reajuste autorizado no final de setembro. Também pesaram sobre o IPC-S os avanços de preços de condomínio residencial (17,9%), de tarifa de ônibus urbano (15,39%) e de refeições em bares e restaurantes (8,5%).

Confira a lista de índices da inflação:

Rio de Janeiro – 8,88%

Porto Alegre – 8,48%

Brasília – 8,39%

Salvador – 8,03%

São Paulo – 8,71%

Belo Horizonte – 7,4%

Recife – 7,18%

Continua após a publicidade
Publicidade