Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fenômeno da vez: macacões da série Round 6 se esgotam de um dia para o outro na Saara

Fantasia, que também está à venda em mercado popular na Pavuna e na internet, é candidata a hit no carnaval de 2022

Por Paula Autran Atualizado em 20 out 2021, 15h57 - Publicado em 20 out 2021, 15h54

Macacões vermelhos são a nova aposta dos foliões para o ansiado carnaval de 2022. Não se trata de uma reprise dos batidos uniformes de La Casa de Papel. Estes são usados pelos guardas dos jogos de Round 6”- série sul-coreana também da Netflix que se tornou a mais vista da história da empresa, chegando a 111 milhões de espectadores em menos de um mês no ar e a mais assistida em 94 países, entre eles o Brasil.

+ Pedidos para desfiles de 2022 não indicam animação recorde com Carnaval de rua

A comerciante Sophie El Dahr, sócia da Suad Lojas, na Saara, já tinha visto este filme (no caso, a série espanhola). E assistiu também às primeiras cinco fantasias que comprou de sua fornecedora se esgotarem de um dia para o outro, assim que as anunciou no Instagram: “Siiim! Fantasias da série mais falada da última semana! Aqui a gente não perde tempo”.

“Náo sei se por causa da pandemia, quando as pessoas passaram a ver mais séries. Mas o fato é que Round-6 é um fenômeno ainda maior do que La Casa de Papel”, constata ela, que, conversando com a irmã sobre este primeiro carnaval pós-Covid, lembrou-se da série lançada dia 17 de setembro, que já era o assunto nas redes sociais, e pensou: “vamos fazer fantasias dos personagens?”.

+ Obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos pode cair no Rio na próxima terça (26)

“Na mesma hora procurei minha fornecedora, que já tinha algumas prontas. Ficamos com todas, e anunciei no Instagram. Não esperávamos este sucesso imediato. Até porque, é uma fantasia que custa R$ 300”, explica.

O problema de Sophie é conseguir que a fornecedora envie mais fantasias para atender aos incontáveis pedidos que recebe, já que a profissional está comprometida com a entrega de outras encomendas focadas em Halloween.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“Agora, com esta demanda, esperamos que nossa fornecedora possa voltar a fazer mais, até para encomendarmos em maior quantidade. As pessoas que me escrevem diariamente pedindo e que chegam à loja ficam frustradas ao saber que não temos mais estoque”, lamenta a comerciante, que ganhou mais de 700 seguidores após o post.

Continua após a publicidade

Na Saara ainda não está sendo fácil encontrar o macacão. Mas as máscaras usadas pelos personagens que vestem este uniforme – diferenciadas por três figuras geométricas: círculo, triângulo e quadrado – já podem ser vistas em lojas da Rua Buenos Aires.

+ Procura-se Rei Momo: inscrições para o Carnaval 2022 estão abertas até novembro

Na série, um grupo de pessoas endividadas topa participar de um jogo mortal, na busca por um prêmio milionário. E são os guardas dos jogos que vestem trajes de cor vermelha. Eles usam máscaras identificadas por triângulos. Quem veste o uniforme, mas ostenta máscaras com círculo, é trabalhador. Já o quadrado é usado nas dos gerentes.

Pela internet é possível encontrar a fantasia completa de Round 6″ (com máscara, luvas e cinto) por cerca de R$ 250,00. No Mercado livre, o macacão sai por R$ 191,00, em até 12 vezes, importado da China. Só a máscara é anunciada por preços em torno de R$ 90,00.

+ Tá favorável! Comitê Científico do Rio estuda Réveillon e Carnaval sem restrições

E nas redes sociais circulam fotos de outro uniforme da série já à venda num mercado popular da Pavuna que também promete fazer sucesso no carnaval. É o traje de todos os 456 competidores: um conjunto tipo jogging, verde, diferenciados apenas pela numeração do casaco. Os principais personagens do elenco usam os números 001, 218, 199, 067 e 456.

Continua após a publicidade

Publicidade