Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Fabricantes de armas doam R$ 1,5 milhão em itens à intervenção

Entre doadoras, está Taurus, cuja armas que disparam sozinhas, segundo policiais

Por Redação Veja Rio Atualizado em 21 mar 2018, 15h23 - Publicado em 21 mar 2018, 15h20
Tânia Rego/Agência Brasil

A Forja Taurus e a Companhia Brasileira de Cartuchos doaram nesta terça (20) 100 fuzis T4 e 100 mil munições do calibre 446 ao Gabinete de Intervenção Federal do Rio. Juntos, os itens doados pelas fabricantes de arma têm valor de mercado de aproximadamente R$ 1,5 milhão.

De acordo com o coronel Roberto Itamar, porta-voz do gabinete, as Secretarias de Segurança e Administração Penitenciária serão os destinos das doações. Além desses itens, veículos blindados fabricados no Brasil na década de 1980 serão cedidos pelo Exército ao Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope). Os chamados Urutus têm 6 rodas e uma saída traseira.

Por trás das boas intensões das companhias, existe um histórico de problemas que merece atenção por parte dos futuros usuários dos itens. De acordo com relatos de policiais divulgados pela imprensa, as armas produzidas pela Taurus apresentam falhas com frequência acima da média. Entre elas, disparos involuntários. No fim do ano passado, o Ministério Público Federal abriu uma ação contra a empresa pela situação. Em 21 de fevereiro, 4 pessoas ficaram feridas em um episódio do tipo em Botafogo, envolvendo uma carabina CT .40.

  • Publicidade