Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Estado cria força-tarefa contra o Aedes aegypti

A ideia é que as equipes vistoriem 2 mil municípios diariamente no Grande Rio

Por Redação Veja Rio Atualizado em 5 dez 2016, 11h31 - Publicado em 3 fev 2016, 18h22

Em guerra contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus, dengue e febre chikungunya, o governo do estado decretou na terça (2), que todas as repartições públicas promovam mutirões semanais para combater os criadouros do inseto, além de criar uma força-tarefa da secretaria de Saúde e a Defesa Civil.

+ Comitê Rio 2016 diz que Zika não afetará Olimpíada

Entre as medidas anunciadas está a vistoria de 600 militares do Corpo de Bombeiros, a partir do dia 18, em residências na Baixada Fluminense, e em municípios do Grande Rio como Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. A ação terá a parceria das prefeituras e está prevista para durar até maio. A meta é que a equipe diariamente as equipes fiscalizem 2 mil imóveis.

Publicidade