Clique e assine por apenas 4,90/mês

Em programa de rádio, Garotinho alfineta Eduardo Paes

Francamente, é de cortar o coração”, atacou o ex-governador, sobre o desvio de dinheiro de obras de saneamento para construção de museu

Por Redação VEJA RIO - 26 abr 2017, 19h25

Após vir à tona o resultado de uma auditoria realizada no Porto Maravilha por ordem da nova gestão da prefeitura do Rio, em que apontou-se o  desvio de R$ 112,3 milhões por parte da equipe do ex-prefeito Eduardo Paes, o ex-governador Anthony Garotinho comentou durante seu programa sobre a realocação da verba destinada para obras de saneamento no Morro do Pinto, na região do Santo Cristo, que foi usada na construção do Museu do Amanhã.

“Olha, seria difícil de acreditar se eu não tivesse visto um documento oficial. Eu até acharia que isso poderia ser uma intriga política, mas está confirmado. O ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, desviou R$ 112 milhões que seriam destinados às obras de saneamento do Morro do Pinto, na região do Santo Cristo, para a construção do Museu do Amanhã. Francamente, é de cortar o coração”, atacou o ex-governador, antes de completar: “O curioso é que você acessa a página do museu na internet e lá está escrito: ‘realização da prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho’. Ou seja, tiraram dinheiro dos moradores da comunidade e entregaram aos tubarões. Francamente, é de cortar o coração. Olha, isso vai dar uma encrenca feia para o ex-prefeito do Rio”.

Publicidade