Clique e assine por apenas 4,90/mês

Em ano violento, cai ritmo de apreensão de projéteis no Rio

As apreensões no Rio vinha crescendo entre 2014 e o último ano, passando de 139,7 mil munições para 175,7 mil

Por Agência Estado - 25 set 2017, 15h56

As polícias do Rio apreenderam de janeiro de 2014 a junho deste ano 548.777 munições, o equivalente a 430 balas por dia ou uma para cada 30 habitantes do Estado. Mais da metade dessa quantidade (64%) é de calibres restritos e metade das apreensões se concentra na área de 20 das 138 delegacias do Estado.

A análise foi feita pelo Instituto Sou da Paz a partir de dados do Instituto de Segurança Pública do Rio. A pesquisa mostra ainda que, no ano em que a violência voltou a se crescer, levando mais medo aos fluminenses, o ritmo da retirada das munições ilegais de circulação caiu.

As apreensões no Rio vinha crescendo entre 2014 e o último ano, passando de 139,7 mil munições para 175,7 mil. No primeiro semestre deste ano, o total chegou a 71,1 mil e, se esse ritmo continuar, deve ser suficiente só para retornar ao patamar de três anos atrás.

Publicidade