Continua após publicidade

Eike Batista tem até hoje para pagar R$ 52 milhões de fiança

Caso não consiga levantar o dinheiro ele terá que voltar para o Complexo Prisional de Bangu

Por Redação VEJA RIO Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
17 Maio 2017, 16h17

O prazo para que o empresário Eike Batista pague a fiança de R$ 52 milhões para cumprir a prisão domiciliar se encerra na quarta (17). Caso não cumpra ele terá q voltar para uma das selas do Complexo Penitenciário de Bangu. O empresário está preso preventivamente desde janeiro e foi solto no dia 30 de abril. Segundo seus advogados, não tem condições de pagar tal valor. A justificativa é que a 3ª Vara Criminal ampliou de R$ 162 milhões para R$ 900 milhões o limite dos recursos à disposição da Justiça.

Eike é acusado por doleiros em delação de ter pago US$ 16,5 milhões em propina para o ex-governador Sérgio Cabral para obter vantagens em seus negócios no Rio. Outra acusação é de que ele teria simulado a prestação de serviços do escritório de advocacia da ex-primeira dama Adriana Ancelmo.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.