Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Documentário: os 90 anos do direito ao voto feminino no Brasil

Dirigido e roteirizado por aluna de jornalismo da PUC-Rio, produção traz relatos de mulheres importantes para o movimento feminista no país

Por Carol Mendes* 5 ago 2022, 09h46

Há 90 anos as mulheres conquistaram o direito ao voto no Brasil. Já a luta feminista continua com novas lideranças, inspirada pelas gerações passadas. Esse é o ponto de partida do documentário independente Do Voto à Vida: A Luta das Mulheres pelo Direito de Existir, produzido, dirigido e roteirizado por Letícia Quadros, aluna de jornalismo da PUC-Rio. A narrativa passa por questões como machismo, sexismo e apresenta algumas conquistas femininas. 

Compartilhe essa matéria via:

O documentário recupera declarações de senadores brasileiros dados à Assembleia Constituinte de 1891. À época, os políticos defendiam que as mulheres fossem impedidas de votar. Para Letícia, no Brasil, se sabe mais da luta feminista fora do país do que dentro e, por isso, “queria saber quem eram essas mulheres e contar suas histórias”.

O projeto traz relatos de mulheres importantes para o movimento feminista no Brasil como a coordenadora da ONG Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH), Schuma Schumaher, de 70 anos. Também conta com representantes femininas na política atual como Mônica Francisco, eleita à ALERJ pelo PSOL em 2018. 

+ Entre Belo Horizonte e Niterói: as muitas esquinas do Clube da Esquina

Continua após a publicidade

“Também é uma forma de apagamento quando não falamos quem são essas mulheres”, conta a graduanda em jornalismo sobre seus aprendizados ao gravar o documentário, feito inicialmente para uma matéria da faculdade. 

A Casa de Referência da Mulher Almerinda da Gama, criada neste ano de 2022, é destaque no documentário. O imóvel no centro do Rio foi ocupado pelo Movimento de Mulheres Olga Benário para ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade. “Tem sempre alguém ocupando a casa, lhe dando uma função social; se uma mulher precisar, a qualquer hora, alguém vai estar disponível para atendê-la”, relata Letícia, que visitou a casa durante a produção do documentário. 

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

*Carol Mendes, estudante de Jornalismo da PUC-Rio, com orientação de professores da universidade e revisão final de Veja Rio.

_____

Este conteúdo integra a conjunto transmídia que reúne produções em texto, áudio e vídeo sobre memória. Foram feitas por estudantes de Comunicação da PUC-Rio, com a orientação dos professores Alexandre Carauta, Chico Otavio, Creso Soares Jr., Felipe Gomberg, Luís Nachbin e Mauro Silveira.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês