Clique e assine por apenas 4,90/mês

Governo do Rio lança Disque Cidadania e Direitos Humanos no Carnaval

Denúncias e reclamações sobre casos de agressão, abandono, intolerância religiosa e desaparecimento, por exemplo, serão recebidas no canal, que funciona 24h

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 21 fev 2020, 13h43 - Publicado em 21 fev 2020, 13h42

Neste Carnaval, denúncias de preconceito, assédio sexual, LGBTIfobia, racismo, entre outras, poderão ser informadas, 24 horas por dia, por meio do Disque Cidadania e Direitos Humanos (0800 0234567), serviço gratuito lançado nesta quinta (20) pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Denúncias e reclamações sobre violações de direitos humanos, a exemplo de casos de agressão, abandono, intolerância religiosa ou desaparecimento de pessoas, também serão recebidas neste novo canal de comunicação. Além de filtrar, examinar e encaminhá-las ao órgão público competente, o novo serviço funcionará como uma central de atendimento, fornecendo informações básicas, como telefones, endereços e serviços disponíveis próximo ao território do usuário.

O serviço unifica o atendimento que era oferecido pelo Disque Cidadania LGBT, Disque Mulher, Disque Racismo e Disque Intolerância Religiosa. Vai também fornecer informações e colaborar nas políticas desenvolvidas na SEDSODH voltadas para migração e refúgio, enfrentamento ao tráfico de pessoas, erradicação do trabalho escravo, igualdade racial, liberdade religiosa e programas de proteção a vítimas e testemunhas, entre outros.

 

Publicidade