Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Diplomas para “comentaristas de internet” viralizam

Internauta tira sarro dos famosos textões das redes sociais - aqueles com muita opinião sobre tudo, e pouco conteúdo

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 11 abr 2017, 23h37 - Publicado em 11 abr 2017, 22h58

Todos os dias as redes sociais sacodem com polêmicas. Seja sobre a guerra da Síria, política nacional, Big Brother Brasil ou até futebol, todo mundo costuma ter uma opinião sobre tudo. E dá-lhe “textão” com toda a pinta de que o autor é expert no assunto quando, na verdade, trata-se de um mero “comentarista de internet” – sem respaldo algum, sem nada a acrescentar. Com bom humor e uma boa dose de ironia, o advogado Leonardo Serra de Almeida Pacheco resolveu tirar um sarro deste comportamento, tão usual na web, criando diplomas para os falsos especialistas de Facebook, Twitter e afins.

Tem certificado para o amigo que de, um dia para o outro, se tornou mestre em conflitos no Oriente Médio ou para aquela amiga que se considera doutora em ciências sociais e direitos humanos quando começa a digitar, por exemplo.

Leonardo Serra de Almeida Pacheco/Reprodução

Não deu outra: viralizou. A publicação de Leonardo em seu perfil pessoal no Facebook alcançou a marca de mais de 12 000 compartilhamentos desde domingo (9). O sucesso fez o rapaz criar uma página só para divulgar novos diplomas, a Universidade da Internet, que está próxima de bater a marca de 8 000 curtidas. Detalhe: Pacheco aceita sugestões de novos diplomas. Qual você sugere?

Continua após a publicidade

Leonardo Serra de Almeida Pacheco/Reprodução
Continua após a publicidade

Publicidade