Continua após publicidade

Dia do Doador de Sangue: Rio tem campanhas com “mimos” a quem fizer o bem

Bancos de sangue oferecem brindes e transporte gratuito para grupos a fim de incentivar doações no período em que coletas estão 60% abaixo do nível ideal

Por Da Redação
13 jun 2023, 12h57

Todo dia pode, e deve, ser dia de doar sangue. Mas nesta quarta (14) comemora-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data foi instituída em 2004 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda que o percentual ideal de doadores para um país esteja entre 3,5% e 5% de sua população. No Brasil, esse número é preocupante, pois não chega a 2%, segundo o Ministério da Saúde. Para reforçar a importância da data e a necessidade de estimular as doações, bancos de sangue do Rio promovem campanhas, que incluem mimos e transporte gratuito a grupos de doadores, mostrando como este gesto solidário pode salvar vidas.

+ Emergência climática: estudo mostra aumento de chuvas muito fortes no Rio

A Beep, maior empresa de saúde domiciliar do Brasil, por exemplo realiza pela segunda vez evento gratuito de doação, em parceria com o Hemorio, no Dia Mundial do doador de Sangue. A ação, que faz parte da campanha “Carioca Sangue Bom”, acontece das 10h às 15h, no Mourisco, em Botafogo, e será aberta ao público. A triagem é feita pelo próprio Hemorio. No ano passado, foram doadas 120 bolsas de sangue.

Já o GSH Banco de Sangue Serum – que atende a mais de 100 hospitais públicos e privados, fornecendo bolsas de sangue aos pacientes que estão internados e precisam de transfusão para se recuperarem – está realizando ações de conscientização alusivas ao mês temático, o Junho Vermelho, veiculadas em seus canais de mídias sociais, com a chamada: “A vida precisa de você – tome a iniciativa e doe sangue neste Junho Vermelho”. Até quinta (15), ou enquanto durarem os estoques, os doadores estão sendo homenageados com pequenos brindes, como uma forma de reconhecimento ao seu dia especial e à prática solidária desse gesto de amor pelo próximo.

O dia 14 de junho foi escolhido em homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e as várias diferenças entre os tipos sanguíneos. Esse período de sensibilização coincide com uma das temporadas de maior necessidade de estímulo às doações, que é a chegada do inverno, em que há uma queda acentuada no número de doadores, em razão das temperaturas mais frias e das doenças respiratórias típicas da estação.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Segundo o Serum, atualmente, os estoques sanguíneos da unidade estão 60% abaixo do nível ideal, um índice considerado muito crítico. “Estamos recebendo apenas cerca de 40 doações por dia, em cada uma de nossas unidades, no Centro e na Barra, quando o ideal são 100 coletas diárias, para que se possa atender com equilíbrio às demandas dos hospitais. Esse número é muito baixo, sob risco de faltar bolsas de sangue para atendermos nossos pacientes”, afirma Mario Sampaio, profissional da captação de doadores da instituição. As duas unidades, no Centro e na Barra, abrem diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados, para receber os doadores que se disponibilizarem a entrar nessa corrente do bem, das 7h às 18h, em dois endereços: na Av. Marechal Floriano, 99, no Centro, e no Casa Shopping – Barra. A instituição disponibiliza transporte para grupo de doadores. Para solicitar, basta entrar em contato pelos telefones: Centro – (21) 3233-5950; Barra – (21) 3030-6761 / 6762 | WhatsApp: (21) 99695-7470 (atende às duas unidades).

Confira os requisitos básicos para doação de sangue:

Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH etc.) em bom estado de conservação;

Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

Não é permitido realizar doação acompanhado de menores de 12 anos (exceto se o menor estiver acompanhado de dois adultos, sendo necessário o revezamento dos mesmos enquanto acontece a doação);

Estar em boas condições de saúde, se sentindo bem, sem qualquer sintoma;

Continua após a publicidade

Pesar no mínimo 50 kg e ter dormido ao menos 6h na última noite;

Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum desde que evite alimentos gordurosos;

Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

Em caso de diabetes, deverá estar controlada e não fazer uso de insulina;

Continua após a publicidade

Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

Não ter tido Doença de Chagas;

Não ter tido Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);

Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 7 dias após cessarem os sintomas e o uso das medicações;

Aguardar 48h para doar caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma;

Continua após a publicidade

Candidatos que viajaram para o exterior devem entrar em contato com o Banco de Sangue para entender o período que não pode doar (varia de país a país).

Em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias é preciso consultar a equipe do bando de sangue.

Critérios específicos para o Coronavírus:

Pessoas com diagnostico ou suspeita de Covid, deverão aguardar 10 dias após completa recuperação e sem o uso de medicamentos;

Pessoas com teste positivo para Covid sem sintomas deverão aguardar por 10 dias após a data da coleta do exame;

Se teve contato com paciente positivo ou com suspeita de COVID-19 e/ou realizou isolamento voluntário ou por orientação médica aguardar 10 dias após o último contato/término do isolamento;

Continua após a publicidade

Aguardar 48h caso tenha tomado a vacina Coronavac/Sinovac e 7 dias caso tenha tomado a Astrazeneca, Pfizer ou Janssen.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.