Clique e assine por apenas 4,90/mês

Demolição de antiga fábrica no Caju é adiada

Antigo prédio onde ficava o Sabão Português dará lugar a supermercado atacadista em fevereiro

Por Redação VEJA RIO - 25 jun 2018, 19h40

A demolição da antiga fábrica do Sabão Português, no Caju, marcada para este domingo, foi transferida para o próximo fim de semana. O Centro de Operações Rio chegou a anunciar o fechamento da pista lateral da Avenida Brasil, em Manguinhos, para a realização dos trabalhos neste domingo, mas a interdição foi suspensa e o trânsito não precisou ser alterado. No local, funcionará uma filial da rede de hipermercados Assaí Atacadista já a partir de fevereiro.

Do antigo prédio da fábrica, apenas a chaminé será mantida, pois é tombada. O prédio será demolido ao invés de implodido por questões técnicas e de segurança, já que o imóvel fica próximo da Avenida Brasil e do viaduto da Linha Vermelha. Antes dos imóveis serem demolidos, foi necessária a descontaminação do solo em dois trechos. Mesmo assim, a área continuará a ser monitorada por 18 meses.

Publicidade