Clique e assine por apenas 4,90/mês

Decisão do TRE torna Eduardo Paes inelegível por oito anos

O deputado federal Pedro Paulo Carvalho (PMDB) também foi punido pela decisão. Ele e Paes terão que pagar multa de cerca de R$ 106,4 mil.

Por Redação VEJA RIO - 12 dez 2017, 15h42

O ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB) e o deputado federal Pedro Paulo Carvalho (PMDB), que concorreu à Prefeitura no ano passado estão inelegíveis por oito anos. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (11), pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-RJ). Segundo o Órgão, que corroborou a versão da acusação de Marcelo Freixo (PSOL-RJ), o “Plano Estratégico Visão Rio 500″, contratado e custeado pelo município, foi utilizado como campanha para a candidatura de Pedro Paulo em 2016. Os dois ainda terão que pagar multa de cerca de R$ 106,4 mil.

Publicidade