Clique e assine por apenas 4,90/mês

De 1º a 5 de janeiro, estado do Rio registra 121 casos de microcefalia

Desses, 102 são de bebês já nascidos e os outros 19 são de bebês que ainda estão no útero materno

Por Agência Estado - Atualizado em 5 dez 2016, 11h34 - Publicado em 7 jan 2016, 14h01

A Superintendência de Vigilância Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde do Rio informou nesta quarta (6) que apenas nos primeiros cinco dias de 2016 foram registrados 121 casos de microcefalia no Estado. Desses, 102 são de bebês já nascidos e os outros 19 são de bebês que ainda estão no útero materno.

+ Número de casos de microcefalia no Rio é alarmante, diz secretário

+ Prefeitura promove mutirões de combate ao Aedes aegypti

Quarenta e três mulheres relataram histórico de manchas vermelhas pelo corpo ao longo da gravidez (exantema), o que é indicativo de que foram infectadas pelo zika vírus, relacionado à microcefalia. Dados do ministério publicados no jornal O Estado de S.Paulo nesta terça, 5, dão conta de 118 casos no Estado, em 20 municípios (dos 92 do Rio) afetados.

Os números divulgados pela superintendência são obtidos com o cruzamento de informações do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) e do Relatório de Emergência em Saúde Pública (Resp), ambos gerados pelo Ministério da Saúde.

Desde 18 de novembro de 2015, quando se tornou obrigatória no Estado a notificação de gestantes com as manchas, já foram registrados 1.503 casos de grávidas com esse quadro. Até hoje, 17 tiveram a confirmação de zika vírus, mas ainda não há certeza se os fetos apresentam microcefalia.

Continua após a publicidade
Publicidade