Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cruz Vermelha faz aniversário e comemora com exposição fotográfica

A centenária instituição faz uma mostra com 64 registros históricos  

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h38 - Publicado em 30 nov 2015, 16h37

Para celebrar seus 107, a Cruz Vermelha Brasileira promove a exposição Um século de Solidariedade no Brasil, no aeroporto Santos Dumont. A partir de segunda (30), uma seleção de 64 fotografias contam a história da instituição no país, com a ajuda de pessoas celebres como Pelé, Xuxa e Rodrigo Santoro. Dividida em tópicos, a exposição tem o registro do lançamento da pedra fundamental do prédio que fica na praça que leva seu nome, no Centro do Rio de Janeiro. O local abrigou a primeira escola de auxiliar de enfermagem na época da Segunda Guerra Mundial. As fotos ficam a disposição do público até 11 de dezembro.

+ As principais exposições em cartaz na semana

Recentemente, a Cruz Vermelha Brasileira lançou um aplicativo que ajuda a salvar vidas. Curtos vídeos didáticos ensinam procedimentos que devem ser adotados em várias emergências como acidente vascular cerebral, queimaduras, ferimentos com armas de fogo, crise epilética, choque elétrico, fratura e intoxicação com produtos químicos. O aplicativo está disponível no Play Store ou do Apple Store, como no nome Socorrista Cruz Vermelha Brasileira.

+ Erguida em 1904, cavalariça da Fiocruz é reformada

Fundada 5 de dezembro de 1908, a Cruz Vermelha Brasileira é uma das 189 Sociedades Nacionais que compõem o Movimento Internacional de Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. A instituição é uma associação civil, sem fins lucrativos, filantrópica, independente, declarada pelo governo brasileiro de utilidade pública internacional, de socorro voluntário, auxiliar dos poderes públicos e, em particular, dos serviços militares de saúde. Tem como missão atenuar o sofrimento humano, sem distinguir raça, religião, condição social, gênero e opinião política.

Publicidade