Clique e assine com até 65% de desconto

Crivella tem 30 dias para esclarecer irregularidades em viagens ao TCM

Órgão identificou 10 inconsistências na prestação de contas relativas a 2017 e 2018

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 3 ago 2018, 16h04 - Publicado em 3 ago 2018, 15h44
Marcelo Crivella - live Facebook - internet
Aline Massuca/Folhapress

José de Moraes Correia Neto pediu à prefeitura que esclarecesse pelo menos 10 irregularidades na prestação de contas de viagens feitas por Crivella e assessores em 2017 e 2018. A existência do documento assinado pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Município foi divulgada esta sexta (03) pelo jornal O Globo.

Entre as inconsistências verificadas, estão o pagamento duplicado de diárias ao chefe do Centro de Operações Rio Guilherme Sangineto por uma viagem à Alemanha e o reembolso ao prefeito de um deslocamento feito em outubro de 2017 até Dubai. Na ocasião, Crivella passou antes por Joanesburgo, onde não teve compromissos oficiais. Porém, mesmo assim, o passeio teria sido custeado com dinheiro público.

Para o tribunal, as condutas estão “em desconformidade com os princípios administrativos e normas infraconstitucionais”. Ao Globo, a prefeitura informou que ainda não havia sido informada sobre o pedido do conselheiro.

  • Publicidade