Clique e assine por apenas 7,90/mês

Crivella libera subvenção de R$10,3 milhões para escolas de samba

Há um mês, a prefeitura assinou um contrato que previa a liberação da verba. O corte no valor repassado foi de 50% em relação a 2017

Por Redação VEJA RIO - 16 jan 2018, 17h43

As escolas de Samba da Série A, da Intendente Magalhães e agremiações mirins têm motivos para comemorar. O prefeito Marcelo Crivella liberou subvenção de R$10,3 milhões para os grupos, nesta segunda-feira (15). Há um mês, a prefeitura assinou um contrato que previa a liberação da verba. O corte no valor repassado foi de 50% em relação a 2017.

A quantia ainda não foi integralmente paga aos beneficiários da medida, que contam apenas com R$ 6 milhões por enquanto. Os desfiles ocorrem nos dias 10 e 11 de fevereiro.  Responsável pela recepção e distribuição do dinheiro, a Lierj distribuirá a verba igualmente entre as 13 agremiações.

A Riotur informou que o valor restante será direcionado às séries B,C e D e à Associação das Escolas Mirins. O depósito será efetuado entre terça (16) e quarta-feira (17).

Publicidade