Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cristo Redentor ganha iluminação especial para incentivar doação de órgãos

Iniciativa do Programa Estadual de Transplantes tem como finalidade conscientizar população e aumentar taxa de doação

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 2 jun 2017, 11h58 - Publicado em 27 set 2016, 18h22

Em comemoração ao Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, celebrado nesta terça (27), o Programa Estadual de Transplantes (PET) inaugura o Mural da Vida, na estação de metrô da Carioca. O painel, com mensagens e depoimentos de familiares e pacientes que receberam um transplante, tem como objetivo conscientizar os transeuntes para a doação. No primeiro semestre deste ano aumentou para 48% a taxa de recusa familiar na doação de órgãos.

+ MPF lança campanha para salvar o boto-cinza no Rio

Dia Nacional de Doação de Orgãos
Dia Nacional de Doação de Orgãos

No mesmo período, o Rio registrou queda no número de doação: 21,2% a menos do que no mesmo período de 2015. Ainda assim, o Rio continua com uma taxa superior à média nacional. Como forma de chamar a atenção da população carioca alguns dos símbolos da cidade ganharão iluminação especial verde, como a Ponte Estaiada da Barra da Tijuca, o monumento em homenagem a Estácio de Sá, no Aterro do Flamengo, a sede da Ordem dos Advogados do Brasil e o Cristo Redentor. A cor simboliza o transplante no mundo. 

+ Comitê Rio 2016 faz recall de medalhas olímpicas e paralímpicas descascadas

Dia Nacional de Doação de Orgãos
Dia Nacional de Doação de Orgãos
Continua após a publicidade

Publicidade