Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crise financeira reduz tempo de fogos em Copacabana no Réveillon

Cidade passa a arcar com parte dos custos, antes assumido integralmente por patrocinadores

Por Redação Veja Rio - 19 dez 2016, 17h19

Em declaração dada ao programa Bom Dia Rio, exibido pela Rede Globo, o Secretário de Turismo do Rio, Antonio Figueira Mello, afirmou que o tempo de queima de fogos da festa de Réveillon de Copacabana irá diminuir de 16 para 12 minutos por conta da crise no país. Segundo ele, foi preferível diminuir a minutagem do que “a grandeza do fogos”, já que este ano a Prefeitura terá que arcar com uma parte da festa – a despesa será de R$ 5 milhões. Ainda de acordo com Figueira, o investimento deve retornar à cidade com os lucros que turistas produzem na festa. A expectativa é de que cerca de 800 mil turistas venham para o Rio no Réveillon, deixando em média 680 milhões de dólares.

 

Publicidade