Clique e assine por apenas 4,90/mês

Como ajudar: site reúne iniciativas solidárias nas favelas do Rio

A plataforma digital Onde Tem Solidariedade liga projetos sociais a pessoas interessadas em ajudar

Por Bruna Motta - Atualizado em 19 Maio 2020, 17h08 - Publicado em 19 Maio 2020, 17h01

Com a pandemia do novo coronavírus acentuando ainda mais a desigualdade social no Rio, muitas pessoas têm buscado alternativas para ajudar ao próximo. “Mas as vezes é difícil saber por onde começar e foi então que resolvemos nos reunir para criar o projeto”, diz o jornalista Kenzo Soares, um dos nomes a frente do site “Onde tem Solidariedade”. Lançada nesta terça-feira (19), a plataforma é um canal de comunicação entre projetos sociais e pessoas interessadas em ajudar.

+Vídeo da água transparente na Praia de Botafogo: efeito da quarentena?

São 114 iniciativas inscritas e espalhadas por 44 favelas do Estado. “Percebemos que os moradores de comunidade já estavam agindo em prol uns dos outros, mas conforme a quarentena se alonga, vai ficar impossível manter essa rotina. E pior, vão surgir novas pessoas necessitando de ajuda”, explica Kenzo. O portal criado para facilitar o processo de doações conta apenas com voluntários fazendo o trabalho.

Para assinar Veja Rio clique aqui

Continua após a publicidade

Há iniciativas voltadas a idosos, pessoas em situação de rua, com problemas mentais, mulheres que sofreram violência doméstica, entre outros, e as formas de doações variam de acordo com a necessidade de cada projeto. “As crianças, por exemplo, também estão em isolamento social e precisam de materiais lúdicos, de algo para distraí-los neste momento”, diz Kenzo.

Para conhecer o site, visite Onde tem Solidariedade

+Covid-19: pesquisa mapeia subnotificação de casos no Rio

 

Publicidade