Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Justiça suspende desconto de 30% nas mensalidades escolares

Decisão da juíza Regina Chuquer é liminar (provisória) e atendeu a um pedido do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 16 jun 2020, 12h17 - Publicado em 16 jun 2020, 12h12

A Justiça do Rio suspendeu a aplicação da lei estadual que obrigava as escolas particulares a reduzir as mensalidades em 30% por conta da pandemia do coronavírus. A decisão, da juíza Regina Chuquer, da 6ª Vara de Fazenda Pública, é liminar, e atendeu a um pedido do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado. A redução, instituída pela Lei 8.864/20, havia sido sancionada no último dia 4, e valeria enquanto durasse o estado de calamidade provocado pela Covid-19. Seria uma forma de compensação por não haver aulas presenciais durante o isolamento social.

Futebol: campeonato carioca pode voltar nesta quinta, com Flamengo x Bangu

Segundo a magistrada, “a leitura dos artigos da lei impugnada demonstra a incompatibilidade formal e material com diversas normas constitucionais”. De acordo com o mais recente boletim da Secretaria Estadual de Saúde, o Rio tem, nesta terça (16)  80.946 casos confirmados e 7.728 mortes por conta do coronavírus.

Estado terá de pagar R$ 1 milhão à família da menina Maria Eduarda

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

Publicidade