Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Coronavírus: pelo menos 20 hotéis do Rio vão fechar

Com taxa de ocupação abaixo de 10%, estabelecimentos que suspenderem atividades disponibilizarão seus quartos para leitos hospitalares durante a pandemia

Por Cleo Guimarães 19 mar 2020, 13h47

O coronavírus está trazendo uma crise sem precedentes para o setor hoteleiro da cidade. Com taxa de ocupação abaixo dos 10% (em 7%, para ser mais específico), pelo menos 20 hotéis vão fechar as portas temporariamente a partir da semana que vem. “Com este nível de ocupação, não tem como manter”, diz Alfredo Lopes, presidente da Associação Brasileira de Hotéis-RJ. “Os hotéis têm prejuízo porque só começam a pagar suas contas com pelo menos 45% dos quartos ocupados”, explica.

Coronavírus: Barra da Tijuca lidera número de casos no Rio

Segundo Alfredo, a ABIH-RJ enviou um pedido ao prefeito Marcelo Crivella e ao governador Wilson Witzel, pedindo prorrogação no prazo para o pagamento de impostos. Os hotéis que fecharem as portas serão oferecidos como prioridade para funcionar como leitos hospitalares durante a pandemia de coronavírus. “Queremos que o governador dê preferência para os hotéis que não estejam funcionado, claro”, diz Alfredo. Witzel disse anteontem que pode usar alguns estabelecimentos hoteleiros do estado como ambulatórios para pacientes em quarentena.  Os hotéis que vão fechar as portas temporariamente ainda não são totalmente conhecidos, mas sabe-se que o Portobay, na Avenida Atlântica, em Copacabana, e os que ficam perto dos aeroportos devem entrar na lista dos que vão optar pela suspensão de suas atividades.

Rio confirma segunda morte por coronavírus

Continua após a publicidade
Publicidade