Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus: festa de samba tem aglomeração e PM precisa intervir

Não só as praias e pontos turísticos da cidade ficaram lotados no feriadão; dezenas de eventos não autorizados foram flagrados pela fiscalização

Por Da Redação 8 set 2020, 11h50

Além da praia e dos pontos turísticos da cidade, aglomerações durante o feriado da Independência também foram registradas em boates e casas de festa, que andaram movimentadas entre sexta (4) e segunda (7).

Hospital de Campanha do Parque dos Atletas começa a ser desativado

O fim de semana prolongado já começou com a Secretaria de Ordem Pública fechando as portas de sete estabelecimentos por desrespeito às medidas de combate ao coronavírus. As fiscalizações foram feitas em bairros como Barra, Recreio, Anchieta, Vila da Penha, Ilha do Governador, Engenhão, Campo Grande, Bangu, Padre Miguel, e Curicica.

Sem proteção: flagrante de aglomeração e pessoas sem a máscara, de uso obrigatório por lei Ascom / Prefeitura do Rio/Divulgação

No Ponto Chic, em Padre Miguel, a Seop precisou do apoio da PM para conter aglomeração por conta de um evento não autorizado: o “Samba da Cabeça Branca”. Além da multar a casa, todo o comércio da região foi fechado para dispersar o público. Um bar em Curicica e uma boate no Recreio também foram autuadas por aglomeração.

http://+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Entre a noite de domingo (6) e a madrugada de segunda (7) foram fiscalizados 10 estabelecimentos com denúncias de eventos sem autorização e aglomerações em Jacarepaguá, Pilares, Madureira, Curicica, Bangu, Campo Grande e Barra. A festa Uma Tarde de Domingo” foi encerrada em uma casa noturna de Jacarepaguá, e em Madureira, outro estabelecimento foi interditado e multado por descumprir o decreto municipal.

Continua após a publicidade
Publicidade