Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus faz estoques de sangue do Hemorio caírem pela metade

Em todo o estado, a baixa  foi de aproximadamente 80% no total de bolsas coletadas

Por Redação VEJA RIO 20 mar 2020, 11h24

Assim como o Carnaval, a pandemia do Coronavírus fez com que os estoques de sangue do Hemorio reduzissem pela metade. Isso levou o hemocentro coordenador da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro a elaborar medidas emergenciais. Entre as principais estratégias estão coletas externas em quartéis e batalhões, restrições de caravanas ou grandes grupos no Salão de Doadores da unidade, além da identificação de visitantes com sintomas que possam ter potencial de transmissão. É fundamental frisar que não há risco de contrair o Covid-19 no ato de doar sangue.

+Coronavírus: Witzel fecha as divisas do Rio de Janeiro

Com a diminuição dos serviços, o fechamento das empresas e a redução no número de pessoas nas ruas, o Hemorio apela pelo apoio da população fluminense. Só na última segunda (16), o banco teve queda de 50% em seu número total de doadores. Em todo o estado, a baixa  foi de aproximadamente 80% no total de bolsas coletadas.

Além do Hemorio, o estado conta com postos de coleta em diversos outros municípios e em vários bairros da capital. Os endereços podem ser acessados no site do Hemorio.

Aos interessados em ajudar, o Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 8, Centro, ao lado do Hospital Municipal Souza Aguiar.O horário é de 7h às 18h, diariamente.

Continua após a publicidade
Publicidade