Clique e assine por apenas 7,90/mês

Copacabana Palace oferece piquenique na Floresta da Tijuca

Banquete a céu aberto custa cerca de 2 000 reais para o casal, que deve estar hospedado no hotel

Por Heloiza Gomes (colaborou Carolina Barbosa) - Atualizado em 2 jun 2017, 11h59 - Publicado em 10 set 2016, 01h00

BANQUETE NA FLORESTA

Símbolo de requinte na cidade, o Belmond Copacabana Palace lançou um programa diferente para seus hóspedes: trata-se de um piquenique na Floresta da Tijuca. O passeio, com duração de quatro horas, parte da entrada do Copa em direção ao Parque da Tijuca, pela orla, de carro ou moto (opção para os aventureiros). No trajeto, é possível, por exemplo, parar na rampa a caminho da Pedra Bonita para tirar fotos em uma das vistas mais belas da cidade. À beira do Lago das Fadas, em meio a peixes e bromélias, o convescote é montado com toalha branca, almofadas estampadas, guardanapos de linho e cestas de vime, além de louça, e os acepipes são servidos por um garçom. Para comer, o chef executivo do hotel, David Mansaud, seleciona queijos, frios, pães variados, geleias, iogurtes, frutas, croissants, folhados e  também pratos requintados, como salmão gravlax acompanhado de salada de quinoa, legumes e vinagrete de maracujá. Tudo isso tem um preço, claro, e ele é bem salgado: a partir de 2 000 reais para o casal, fora o valor da diária, que custa em média 1 330 reais (mais taxas).

Diversão e arte no Vidigal


AndreMantelli_divulgacao
AndreMantelli_divulgacao

Com problemas comuns a outras áreas favelizadas da cidade, o Vidigal também é reduto de empreendimentos louváveis, a exemplo do grupo teatral Nós do Morro e do Mirante do Arvrão, point frequentado por locais e turistas. Artes cênicas e agito noturno, as atrações nesses dois lugares, fundem-se na programação do Cenas no Cafofo, que chega à quarta edição neste sábado (10), em outro espaço no bairro: o Cafofo da Nêga. Abrem os trabalhos Black Out, com Rosana Viegas (foto), e Desconstrua-se, com Dandara Vital e Theo Oliveira. Terminadasas sessões, bar e pista de dança abrem-se para o público.

Santa arquitetura


pira
pira

O artista plástico Fábio Nery convida o público a passear pela história da arquitetura através de igrejas ao redor do mundo. São dele as pinturas da exposição Catedrais, que ocupa a Galeria Cláudia Spíndola, em Ipanema, a partir de quarta (14). Entre as dezoito telas da mostra estão pontos turísticos renomados, como a Basílica de Sacré Coeur, no bairro parisiense de Montmartre, e, representando o Rio, a Candelária, em retrato bastante atual, acompanhada pela pira olímpica. “A mostra é voltada para as formas exuberantes de cada uma das construções, algumas com séculos de história”, conta Nery.

É hora da faxina


scisettialfio_istock
scisettialfio_istock

No sábado (17), a cidade será palco da 14ª edição da ação global Clean Up the World, projeto que mobiliza mutirões de limpeza e está presente em 120 países. No Rio, os pontos escolhidos para receber essa iniciativa bem-vinda foram as seguintes praias: Leblon, Ipanema, Copacabana, Urca, Joatinga, São Conrado, Barra, Recreio, Sepetiba, Prainha, Macumba, Ilha do Governador, Paquetá e Praia Vermelha. Desta vez, além da realização de faxina, serão plantadas mudas de árvores na orla carioca. Ainda dá tempo de participar: é só enviar e-mail para limpandooambiente@ieva.org.br.

Publicidade