Clique e assine por apenas 7,90/mês

Conselho de Arquitetura e Urbanismo assina convênio com 12 produções

Dentre os selecionados há livros, eventos e exposições; investimento total será no valor de R$ 350 mil

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 10h56 - Publicado em 11 nov 2016, 11h30

Em um momento em que projetos culturais vem sendo descontinuados, qualquer tipo de patrocínio é muito bem-vindo. O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro assina um convênio nesta sexta (11) com 12 produções que recebrão incentivo no valor total de R$ 350 mil. Dentre os selecionados estão livros, produtos audiovisuais, eventos e exposições – todos valorizando arquitetura e urbanismo. Um dos exemplos é Rio de Janeiro Perdido e Recuperado, publicação sobre importantes construções do século passado que desapareceram e foram integradas à paisagem carioca e o II Seminário de Urbanização de Favela, documentário Crônica da Demolição sobre o Palácio Monroe

Foram 33 projetos inscritos no edital desta 4ª edição do programa, lançado em junho. Um dos critérios para seleção é o projeto comprovar a sua viabilidade econômica. O edital determina a apresentação de documentos e certidões que garantem que o proponente terá condições de obter, além do valor do patrocínio do CAU, os demais recursos para que o projeto seja realizado. Neste ano, os projetos com alcance estadual receberão até R$ 25 mil e, nacional, até R$ 35 mil. O Programa, criado em 2013, tem como objetivo divulgar a arquitetura e o urbanismo para a sociedade, além de reforçar a importância de profissão e de seu valor cultural. 

Veja abaixo lista com os projetos selecionados:

Fernando Chacel –  Publicação sobre a obra do arquiteto e paisagista Fernando Chacel.

Festival Internacional de Cinema de Arquitetura – Festival de cinema de arquitetura e urbanismo com as mostras internacional e educativa.

Sementes Urbanas – Carlos Nelson Ferreira dos Santos– Publicação em três volumes com textos produzidos pelo arquiteto e urbanista Carlos Nelson Ferreira dos Santos ao longo de sua vida acadêmica e profissional, entre os anos 1962 e 1989.

Entre Colaterais – publicação impressa sobre os efeitos colaterais da prática arquitetônica, muitas vezes ocultos ou ignorados, quanto às partes da cidade e populações sistematicamente deixadas de lado, excluídas dos processos de construção da cidade.

Crônica da Demolição – Finalização e difusão do documentário dirigido por Eduardo Ades, sobre o Palácio Monroe, antiga sede do Senado Federal, com entrevistas de Alexandre Nicolaeff, Cesar Maia, Humberto Barreto, Noel de Almeida, entre outros.

IV Semana de Arquitetura e Urbanismo – Evento realizado pelo curso de Arquitetura e Urbanismo do Instituto Federal Fluminense de Campos dos Goytacazes durante uma semana, com oficinas, minicursos e palestras sobre temas pertinentes à atuação profissional do arquiteto e urbanista.

Arquitetura Teatral Contemporânea no Rio de Janeiro – Média metragem com 60 minutos divulgando cinco obras contemporâneas de arquitetos que projetaram teatros no Estado do Rio de Janeiro como forma de abordar a produção desses espaços nas últimas duas décadas.

Burle Marx – Edição da Revista Monolito com o tema a arquitetura paisagística e o legado produzido por Roberto Burle Marx.

Arquitetura Carioca – Construção do Mito – Série em oito vídeos de 30 minutos sobre a construção da capital fluminense, os desafios do município e as novas iniciativas que impactam diretamente na qualidade de vida dos moradores e turistas.

II Seminário de Urbanização de Favelas – Documentário sobre o seminário que reunirá, durante três dias, pesquisadores, técnicos e dirigentes do setor público e privado, movimentos sociais e outros agentes que trabalhem com temas de planejamento e gestão de políticas, programas, projetos e ações de urbanização e regularização de favelas.

Rio de Janeiro Perdido e Recuperado – Publicação sobre 60 importantes construções do século passado que desapareceram da paisagem carioca e de 20 outras que foram reintegradas à paisagem carioca, restauradas, com adaptação de uso e finalidade.

Descobrir Manuel dos Santos  – Montagem da exposição Descobrir Manuel Vicente – diálogos Macau/Rio através da obra do arquiteto português, originalmente realizada em Macau, China, em 2015, no IAB-RJ.

Publicidade