Clique e assine por apenas 4,90/mês

Confira dicas e assuntos que podem cair no ENEM 2016

A um mês das avaliações, o Stoodi, startup de educação à distância, separou algumas matérias que costumam cair com mais frequência e que merecem uma atenção especial

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h01 - Publicado em 6 out 2016, 14h22

A um mês para as provas do Enem, que serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro, os estudantes começam a correr para fazer as últimas revisões. Mas sempre há aquela aflição de não saber em que conteúdos focar. Para ajudar os estudantes a se organizarem melhor neste último mês pré-provas, o Stoodi, startup de educação à distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias transmitidas ao vivo, selecionou algumas matérias que costumam cair com mais frequência e que por isso é importante dar mais atenção.

+ Rio conquista sétima maior média geral no ENEM

+ Rio só tem uma escola entre as 20 melhores do país

História

Analisando o histórico do Enem, percebe-se que o foco maior é a História do Brasil. Sinais de alerta para os assuntos: Era Vargas, a ditadura militar e o golpe de 64; e a Escravidão, que  costuma aparecer em pelo menos uma questão por edição.

Uma característica muito forte do Enem é abordar passagens de período, como a chegada da família real portuguesa e a abertura dos portos – que acontece na passagem do Brasil Colonial para o Brasil Independente, por exemplo. Também há recorrência de pelo menos uma questão sobre a passagem da Idade Média para a Idade Moderna.

Importante também sempre procurar relação com as ciências sociais, pois a prova pede isso com frequência, em suas “questões interdisciplinares”.

Geografia

Com bastante espaço para os temas nacionais, é uma prova com muita análise crítica e, provavelmente, será pedida a interpretação de algum recurso cartográfico, por exemplo. Temas como urbanização, comércio, população, indústria e agricultura também costumam ser cobrados.

Em Geologia, os alertas ficam com questões sobre clima e relevo. Conhecer as particularidades de cada região do Brasil pode somar alguns pontos. Não se esqueça de revisar as partes principais da Geopolítica, que deve estar alinhada com as atualidades.

Filosofia

A Filosofia Clássica costuma ser o assunto mais abordado nesta matéria. Pontos de alerta: tudo sobre Platão e Aristóteles, com uma olhar mais atencioso na questão da alegoria da caverna.

Na Filosofia Moderna, Rene Descartes e Isaac Newton merecem uma atenção especial também. Já na Filosofia Contemporânea, destaque para John Locke, Jean-Jacques Rosseau e os pensadores da escola de Frankfurt.

Sociologia

Como a Sociologia Brasileira costuma ser mais abordada, é bom estar atento aos sociólogos Sérgio Buarque de Holanda, Roberto DaMatta, Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes e Gilberto Freyre. Mas não se esqueça da Sociologia Clássica: Marx, Weber e Durkheim.

Biologia

Pontos de alerta: ecologia e temas relacionados à saúde. A ecologia costuma aparecer contextualizada por qualquer assunto que apresente impacto ambiental. Se ele for citado na mídia, então, as chances aumentam. A dica é revisar os principais temas que incluem sustentabilidade, a sucessão ecológica, os distúrbios ambientais e evolução.

Já em relação às questões de saúde, vale uma atenção às doenças,  como dengue, zika e chikungunya, além do tema “drogas”.  Vale a pena revisar também genética, tanto os aspectos gerais, como as mutações, por exemplo.

Química

Pontos de alerta: Química Orgânica, Química Inorgânica, Eletroquímica, Química Ambiental, Cálculo Estequiométrico, Equilíbrio Químico, Soluções, Radioatividade. As questões costumam ser bastante teóricas e abrangentes, por isso é importante manter o foco e seguir exatamente o que diz o enunciado.

Física

Pontos de alerta: ondas,  mecânica,  elétrica e  ótica. A dica é relembrar o básico de reflexão e refração de luz. Em relação à mecânica, é legal dar uma atenção à conservação de energia e quantidade de movimento. Outro ponto importante é dominar os circuitos elétricos, além de saber o básico de eletrostática e eletromagnetismo.

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Praticar a interpretação de texto é essencial, sem deixar de lado as principais escolas literárias e observar bem o formato dos textos. Perguntas ligadas às línguas, linguagem e tecnologia da informação  também são usualmente abordadas. Atenção aos assuntos que fazem parte das artes, da nossa cultura e identidade.

Alguma pergunta sobre variantes linguísticos (nosso modo de falar, gírias e linguagem destinada a públicos diferentes, por exemplo) também costuma fazer parte do exame.

Matemática e suas tecnologias

Razões, proporções e juros são pontos que merecem bastante atenção. Geometria é outro ponto que costuma tomar uma grande parcela da prova. Olho nas características das principais figuras, tanto plana quanto espacial, passando também por Pitágoras, as relações trigonométricas e geometria analítica. Em probabilidade e estatística, destaque para questões de aritmética básica. A dica é rever frações e operações, sem esquecer das equações e funções.

Publicidade