Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Confira como os deputados federais do Rio se comportaram

Wilson Beserra bateu o recorde no gasto com combustível. Veja como outros deputados usaram recursos públicos em seus mandatos

Por Rafael Sento Sé 29 dez 2017, 09h18

O Rio vai escolher em 2018 novos representantes no Congresso. Antes de pensar em reeleger algum dos atuais legisladores, o eleitor faz bom negócio cívico ao pesquisar como os nobres colegas se comportaram neste mandato. No site da Câmara Federal, por exemplo, é possível saber o destino da verba indenizatória, cota de apoio à atividade legislativa. Com base de eleitores em Seropédica, a 70 quilômetros do Rio, Wilson Beserra bateu o recorde no gasto com combustível. Ministro dos Esportes, Leonardo Picciani reassumiu o mandato por cinco dias úteis, o suficiente para despender 2 649 reais em uma passagem Rio-Brasília, 200 reais em combustível e 37,40 reais em despesas telefônicas. Veja abaixo outros números:

Felipe Fittipaldi (Picciani) e Alan Marques/Folhapress (Miro)
 Reprodução/Facebook, Felipe Fittipaldi (Picciani) e Alan Marques/Folhapress (Miro) Reprodução/Facebook

 Reprodução/Facebook, Felipe Fittipaldi (Picciani) e Alan Marques/Folhapress (Miro)

Publicidade