Clique e assine por apenas 4,90/mês

Churrasquinho de rua é autorizado por lei no Rio

Venda do famoso churrasquinho de gato se tornou legal na cidade, mesmo após veto do prefeito

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h44 - Publicado em 26 out 2015, 13h44

Sabe o famoso churrasquinho de “gato”, vendido ilegalmente pelas ruas do Rio? Agora é oficial: está liberado. A venda do famoso churrasco de rua carioca acaba de ser oficializada através de uma lei publicada, nesta segunda (26), no Diário Oficial. O prefeito Eduardo Paes chegou a vetar o projeto do vereador Rafael Aloisio Freitas, que fala da necessidade de regulamentar e fiscalizar a atividade, mas a proposta voltou à Câmara Municipal e, lá, o veto foi derrubado.

+ As melhores comidas de rua do Rio

Agora, a prefeitura deverá criar, em até trinta dias, uma resolução para especificar detalhes sobre o exercício desta atividade comercial, como condições de higiene, acondicionamento dos alimentos e venda. Os ambulantes deverão ainda solicitar uma autorização ao poder público e continuarão proibidos de vender os espetinhos em praias, em acordo com o decreto de 2008 do então prefeito Cesar Maia.

+ Manual do churrasco: como preparar o seu, em casa, à perfeição

Publicidade