Clique e assine com até 65% de desconto

Covid-19: Com média de mortes em alta, Rio tem taxa de ocupação de leitos de UTI em 87%

Pelo décimo dia consecutivo, neste domingo (27), houve um aumento de 47% na média de óbitos em comparação às duas semanas anteriores

Por Carolina Barbosa Atualizado em 28 set 2020, 11h20 - Publicado em 28 set 2020, 11h18

Neste domingo (27), o Rio chegou a 102 246 casos confirmados do novo coronavírus na capital e 10 849 mortes. Em todo o estado, são 261 860 infectados e 18 278 óbitos. A partir da atualização dos dados, a média de mortes passa a ser de 85 e 1421 infectados diariamente no estado fluminense. Pelo décimo dia consecutivo, então, houve um aumento de 47% na média de mortes em comparação às duas semanas anteriores, o que aponta para um cenário de crescimento no contágio da doença.

+Primeiro fim de semana da primavera tem calor e praias lotadas

Tal aumento refletiu-se, logicamente, na ocupação de leitos de UTI, que na capital chega ao patamar de 87,2% (neste domingo, 27, das 251 vagas disponíveis nas unidades da prefeitura, 219 estavam lotadas). O percentual é considerado alto por especialistas, que afirmam que o normal é de até 70%.

+Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Para efeito de comparação, há dois meses, a taxa de ocupação nas UTIs na rede municipal estava em 78,4%. Segundo a prefeitura, há 630 leitos em enfermarias para pacientes com Covid-19. Desses, 240 estavam ocupados neste domingo. Considerando-se toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS), que inclui as unidades municipais, estaduais e federais, o percentual de leitos de UTI ocupados na capital estava em 80%, com 399 internados neste domingo (27). Há dois meses, a taxa estava em 71%.

+Fiocruz cadastra voluntários para estudos da vacina contra a Covid-19 

 

Continua após a publicidade
Publicidade