Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cartão unitário do metrô aumenta seu prazo de validade

Se o valor do cartão expirar, o passageiro poderá receber o crédito ou pagar a diferença ao reajuste para uma passagem, a qualquer momento 

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h12 - Publicado em 18 jul 2016, 21h28

Uma novidade para os usuários do metrô. O bilhete unitário, que dá direito a uma passagem, não terá mais prazo de validade para uso. Atualmente, o crédito é válido por apenas três dias após a recarga, incluindo a data de compra. Agora, se o valor do cartão expirar, o passageiro poderá receber o crédito ou pagar a diferença ao valor que sobrou da última recarga, a qualquer momento. 

+ Rio 2016 tem põe cem mil novos ingressos para os Jogos 

As regras, modificadas pela Agestransp (Agencia Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários, Metroviário e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro), têm trinta dias para entrar em vigor após publicação de nota no Diário Oficial do Estado.

Publicidade