Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Carnaval 2021: ‘Vamos fazer a maior festa da história’, diz Eduardo Paes

Detalhes dos desfiles, em julho, ainda serão definidos; a VEJA RIO, prefeito fala sobre incoerência de quem trabalha de casa mas aglomera na rua

Por Cleo Guimarães 8 dez 2020, 12h49

Na apresentação de Daniela Maia como futura presidente da Riotur, nesta segunda (7), o prefeito Eduardo Paes disse que o carnaval de 2021 será “a maior festa da história” da cidade. Adiados para julho, os desfiles na Sapucaí devem acontecer em data ainda a ser confirmada – provavelmente na primeira quinzena do mês, para não disputar as atenções com as Olimpíadas de Tóquio, que começam no dia 23.

Covid-19: ocupação em UTI chega a 100% em unidades municipais

O prefeito disse a VEJA RIO que, sem a confirmação da imunização em massa contra a Covid-19 para janeiro, ainda não é possível fazer planos sobre o carnaval de rua para o mês seguinte, de acordo com calendário. Segundo Paes, ainda falta a “cultura de responsabilidade” a muitos cariocas. “A pessoa fica em home office e depois vai tomar um chopinho, cai na farra. Aí não dá”.

Ator Eduardo Galvão morre vítima de Covid-19, no Rio

O prefeito eleito disse também que o poder público tem, entre suas funções, “comunicar e esclarecer” a população sobre os perigos das aglomerações durante a pandemia. Sem radicalismo. “Não sou negacionista nem a favor do lockdown. A gente tem que ter bom senso e responsabilidade”.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Irmã gêmea de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, Daniela Maia será a primeira mulher a presidir a Riotur, empresa pública de turismo da cidade e responsável, entre outras atribuições, pelo Carnaval do Rio.

Continua após a publicidade
Publicidade