Clique e assine por apenas 7,90/mês

Campanha no Facebook clama pela volta do Canecão

Intitulada Volta, Canecão, a página foi criada pelo diretor de programação do Cine Odeon, Sérgio Sá Leitão, ex-secretário municipal de Cultura

Por Anita Prado - Atualizado em 5 dez 2016, 10h56 - Publicado em 11 nov 2016, 20h07

Palco de apresentações memoráveis de artistas como Chico Buarque, Tom Jobim e Roberto Carlos, o Canecão não foi esquecido. E, se depender da campanha virtual #voltacanecão, nunca será. A casa de espetáculos inaugurada em 1967, em Botafogo, e fechada desde 2010 após seus dirigentes perderem uma batalha judicial de 40 anos contra a  Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), dona do terreno, voltou a circular na boca do povo. Nesta quinta (10), o espaço ganhou uma página nas redes sociais intitulada Volta, Canecão, criada pelo diretor de programação do Cine Odeon, Sérgio Sá Leitão, ex-secretário municipal de Cultura.

+ Dez associações de bairros do Rio apontam os problemas de sua região

Em menos de dois dias de atividade, a página já soma quase 500 curtidas no Facebook. “A prefeitura, o Ministério da Cultura e a UFRJ deveriam se juntar e buscar um modelo ideal para que o local possa voltar a ter uma programação”, argumenta Sá Leitão, que torce por uma concessão privada de tempo limitado. “A cultura, os artistas e os produtores da cidade precisam de um lugar como era o Canecão. Necessitamos do apoio da população para que ele seja revitalizado”, completa. Personalidades como a atriz e roteirista Suzana Pires e Marcelo Castello Branco, conselheiro do Grammy Latino, já se uniram ao grupo, onde os participantes dividem fotos de tickets de shows e memórias de eventos vorazes que agitaram o xodó dos cariocas em seus tantos anos de glória. 

Publicidade