Continua após publicidade

Como foi a ação de bandidos que deixou 16 estações de metrô fechadas

Ladrões invadem subestação de energia do metrô, roubam cabos e fazem funcionários reféns por quatro horas; funcionamento da Linha 2 foi afetado

Por Da Redação
Atualizado em 14 Maio 2024, 14h35 - Publicado em 14 Maio 2024, 14h30

Um roubo de cabos na subestação de energia de Colégio, na Zona Norte, afetou a circulação da Linha 2 do MetrôRio no início da manhã desta terça (14). Pelo menos 16 estações amanheceram fechadas, e o serviço só começou a ser normalizado por volta das 6h25. Funcionários foram feitos reféns por cerca de quatro horas. Ninguém ficou ferido. Segundo a 27ª DP (Vicente de Carvalho), onde o crime foi registrado, cerca de 80 metros de fio de cobre foram roubados da subestação, totalizando um prejuízo de mais de R$ 72 mil apenas em cabos. O caso seguirá sob investigação da Delegacia de Roubos e Furtos.

+ Como será o SPVAT, novo seguro obrigatório para carros e motos

Em depoimento à polícia, um funcionário contou que 12 criminosos entraram na subestação por volta de 1h da manhã. Eles forçaram a porta e convenceram os funcionários a abri-la, dizendo que não fariam nada contra eles. Ao menos quatro foram mantidos reféns por cerca de quatro horas. A PM só foi acionada às 5h, quando os criminosos já haviam deixado o local, e os reféns estavam liberados. Segundo a polícia, os homens também roubaram televisões e computadores. Em nota, a MetrôRio afirma que foram roubados ferramentas, refletores, TVs, micro-ondas e itens pessoais dos funcionários.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

A subestação Colégio fica a pouco mais 300 metros da estação do metrô, no início da comunidade Para-Pedro, onde a Polícia Militar realiza uma operação emergencial para localizar os envolvidos no roubo, e no caminho para a Ceasa (Central de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro). Até o momento, não há registro de prisões ou apreensões na operação que a Polícia Militar desencadeou para tentar encontrar os bandidos, que está em andamento. Segundo a concessionária MetrôRio, a Linha 2 operou provisoriamente entre Central do Brasil e Botafogo após a invasão da subestação de energia de Colégio, ocorrida durante a madrugada. Por volta das 6h20, a operação na Linha 2 foi restabelecida e os terminais foram reabertos. As linhas 1 e 4 não foram afetadas.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.