Continua após publicidade

Espalhando arte: comissão escolherá artistas para levar monumentos às ruas

Curadores terão 45 dias para apresentar nomes consagrados para confecção de obras de grande e médio porte que fiquem expostas em locais de grande circulação

Por Da Redação
26 abr 2022, 09h09

Um decreto publicado nesta segunda (25) no Diário Oficial abre espaço para levar arte e beleza a alguns pontos do Centro e de outras regiões da cidade: foi criada pela prefeitura a Comissão Curatorial Especial que indicará artistas consagrados pela crítica especializada ou pela opinião pública, nacionais ou estrangeiros, para a aquisição de obras de arte monumentais a serem instaladas em espaços públicos do Rio. Vinculada à Secretaria de Planejamento Urbano, a comissão será composta pelos curadores Lauro Cavalcanti, Vanda Klabin, Marcelo Dantas, Keyna Eleison; Luiz Camillo Osório e Luisa Duarte.

+ Grande Rio é apontada como favorita para vencer o Carnaval 2022

O decreto levou em consideração que a pandemia de Covid 19 teve grande impacto negativo na vida cultural das cidades, especialmente pela impossibilidade de usufruto do espaço público, e que “o Rio de Janeiro se notabiliza historicamente pelo contato social em espaços abertos e pela criação de bens culturais associados à paisagem natural e urbana, e à celebração do convívio“.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Para estimular este reencontro com a cidade, os integrantes da Comissão Curatorial Especial, que não serão remunerados, terão até 45 dias para apresentar os nomes de no mínimo três artistas consagrados pela crítica, brasileiros ou não, para confecção de obras de grande porte, e de pelo menos mais três nomes para obras de médio porte. Eles também serão responsáveis por estabelecer as diretrizes para realização de um concurso nacional para jovens artistas, ainda não consagrados, a ser implementado pela prefeitura. A Comissão terá ainda que sugerir locais para a instalação das obras de arte na região central do Rio ou outras localidades, desde que justificadas. A ideia é que as obras de arte fiquem expostas em locais públicos de grande circulação.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.