Clique e assine por apenas 4,90/mês

Anitta tem R$ 2,8 milhões bloqueados a pedido de ex-empresária

Decisão foi anunciada pela 6ª Vara Cível do Fórum da Barra nesta segunda (04)

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 jun 2018, 13h31 - Publicado em 5 jun 2018, 13h30

Anitta teve R$ 2,8 milhões bloqueados pela justiça nesta segunda (04). A decisão da 6ª Vara Cível do Fórum Regional da Barra da Tijuca é fruto de um processo movido contra a cantora.

Kamilla Fialho é a outra parte na ação. Empresária da cantora até 2014, ela abriu um processo por danos morais e quebra de contrato contra Anitta, que hoje gere a própria carreira. Após o anúncio da decisão, o Banco Central tem 48h para verificar se a artista tem fundos que cubram a demanda judicial.

Procurada pela imprensa, a defesa de Anitta afirmou que já havia aberto contra a juíza Flávia Viveiros de Castro uma arguição de suspeição, por conta de desconfianças em relação a sua atuação. Entretanto, a solicitação ainda não foi avaliada pelas autoridades competentes. “Logo, a juíza não poderia ter decidido tal questão no momento”, afirmaram os advogados em nota.

Publicidade