Clique e assine por apenas 4,90/mês

Patrulhamento Ambiental resgata 246 animais silvestres em fevereiro

Na lista de resgatados estão corujas, papagaios, capivaras e até jacarés. Animais em bom estado são soltos na mata novamente

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 5 mar 2020, 13h27 - Publicado em 5 mar 2020, 13h11

A Gerência de Patrulhamento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio capturou 246 animais silvestres no último mês de fevereiro. Na maior parte das vezes, denúncias de moradores levam às capturas.

Gambás, araras, corujas, maritacas, papagaios, capivaras, jabutis, tamanduás e jacarés estão na lista dos bichinhos resgatados.

Quando os animais são capturados feridos, eles são encaminhados à Triagem de Animais Silvestres do Ibama ou ao Centro de Recuperação de Animais Silvestres da Universidade Estácio de Sá. Se estão em perfeitas condições, são levados e soltos novamente em seu habitat natural.

Segundo a Lei dos Crimes Ambientais quem mata, persegue, caça, apanha ou utiliza de espécies da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, sem a devida permissão, autorização ou licença da autoridade competente, ou em desacordo com o documento obtido, incorre em crime ambiental, cuja pena pode variar em detenção de seis meses a um ano e multa.

Continua após a publicidade

 

Publicidade