Clique e assine por apenas 4,90/mês

Alerj derruba decreto que extinguia Aluguel Social

Deputados foram unânimes e anularam decisão do governador Luiz Fernando Pezão

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 15h32 - Publicado em 30 nov 2016, 18h59

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou por unanimidade, na terça-feira, a anulação de um decreto do governador Luiz Fernando Pezão que determinava a extinção do Aluguel Social a partir de junho do ano que vem. O corte no programa, dirigido a quase 10 000 famílias, estava previsto no pacote de austeridade do governo para combater a crise no estado.

+ Justiça mantém liminar que garante funcionamento do Uber no Rio

Todos os 70 deputados assinaram projeto de decreto legislativo pela manutenção do Aluguel Social, apresentado pela bancada do Psol.  Segundo o governo, a extinção do programa, mantido com recursos do Fundo Estadual de Habitação e Interesse Social, geraria economia de R$ 74,1 milhões ao ano. O benefício é pago a 5.140 famílias removidas por estarem em áreas de risco e 4.500 que perderam suas casas em virtude de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 

Publicidade