Clique e assine por apenas 7,90/mês

Agressores de médico esfaqueado no Leblon ganham liberdade provisória

Juiz determinou a soltura do casal Bianca Nery e Lucas Silveira da Costa em audiência realizada nesta quarta (29) na 2ª Vara Criminal do Rio

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 2 jun 2017, 12h04 - Publicado em 29 jun 2016, 22h30

Encarcerados no Complexo Penitenciário de Bangu sob o regime de prisão temporária desde o dia 3 de abril, o casal Bianca Nery, de 22 anos, e Lucas Silveira da Costa, de 26, que agrediu e esfaqueou o médico Fabiano Serfaty na madrugada do dia 1º de abril, no Leblon, foram soltos nesta quarta (29) por determinação do juiz da 2ª Vara Criminal do Rio. O despacho foi assinado pelo magistrado, Jorge Luiz Le Coq D’Oliveira, após audiência de instrução que começou às 15h30 e terminou por volta das 20 horas. Os réus respondem por tentativa de homicídio.

Testemunhas arroladas pelo Ministério Público foram ouvidas, assim como a vítima e um dos réus, Bianca. Já Silveira se absteve de depor. “O juiz entendeu que a pena de prisão preventiva poderia ser substituída, no momento, por restrições cautelares, como manter 300 metros de distância do Fabiano e se recolher em casa das 23h às 6h”, afirma o advogado da vítima, Luis Cláudio Costa. Entre as medidas deferidas pelo juiz está ainda a proibição dos réus de frequentar bares e estabelecimentos similares na Zona Sul.

O médico Fabiano Serfaty: esfaqueado no Leblon em abril deste ano
O médico Fabiano Serfaty: esfaqueado no Leblon em abril deste ano

+ Mulher de 22 anos que esfaqueou médico no Leblon é atriz e animava festas infantis

Para Costa, trata-se de “um exemplo negativo para a sociedade”. “Ainda estamos no meio do processo, mas essa decisão mostra que réus confessos – afinal, Bianca confessou as facadas no depoimento – podem ser presenteados com a liberdade, ainda que provisória”, diz o advogado. “O pior é que, enquanto os agressores estão soltos, o Fabiano se encontra preso no temor de sofrer nova violência”, completa. Em caso de violação das medidas impostas pelo juiz aos agressores, eles poderão ser presos novamente.

processo fabiano serfaty
processo fabiano serfaty

 

Publicidade